Nas Notícias

Porto quer comprar 40 câmaras para controlar trânsito na cidade

A Câmara do Porto lançou hoje o concurso público para a aquisição e instalação de 40 câmaras de controlo de tráfego rodoviário, no valor de 200 mil euros, a instalar em 10 locais de entrada e saída da cidade.

De acordo com o município, estas 40 câmaras destinam-se “exclusivamente a contar veículos”, em pontos estratégicos da cidade no que à mobilidade diz respeito e, como tal, sublinha a autarquia, “a visualização em direto do estado do trânsito e fundamental para poder monitorizar e atuar sobre este”

A câmara salienta que, em causa, estão apenas “dados quantitativos do número de veículos que passam nestes locais e não dados pessoais, ou seja, não há, qualquer identificação de pessoas ou matrículas dos veículos”.

“A quantificação do número de veículos que passa diariamente em cada um destes pontos permite ao município planear de forma mais ajustada um conjunto de medidas que visam a melhoria da fluidez do trânsito e da segurança rodoviária como por exemplo o ajustamento dos tempos das fases dos semáforos das zonas envolventes às câmaras de vídeo”, esclareceu a autarquia em resposta à Lusa.

Publicado hoje em Diário da República, o procedimento de “Aquisição e instalação equipamentos controlo tráfego rodoviário para efetuar recolha dados viários em dez locais do Município do Porto (SLCONT)”, tem um prazo de execução previsto de 120 dias, podendo as propostas ser apresentadas até 21.º dia a contar da data de envio do presente anúncio.

De acordo com o município, as 40 câmaras contadoras de veículos vão ser instaladas em 10 locais, entre os quais está a área correspondente à Praça de Gonçalves Zarco e a Avenida da Boavista; a zona do Molhe, nomeadamente na Avenida Dom Carlos I, e a área entre a Avenida Fernão de Magalhães e a Estrada da Circunvalação.

0Shares

Em destaque

Subir