África

Polícia angolana detém 53 criminosos e recupera 21 carros roubados

A polícia angolana deteve 53 cidadãos pela prática de homicídios mas também pelo roubo de viaturas, motorizadas e diversos artigos, numa operação em que foram recuperadas 21 viaturas e apreendidas 21 armas, foi hoje anunciado.

No âmbito da operação policial foram desmantelados quatro grupos de criminosos, segundo o diretor do gabinete de Comunicação Institucional e Imprensa do Comando Provincial de Luanda da Polícia angolana, Mateus Rodrigues, que aludiu às ações realizadas em coordenação com o Serviço de Investigação Criminal (SIC).

Falando hoje durante a apresentação do resultado daquela operação policial, no âmbito do combate aos crimes violentos na capital angolana, Mateus Rodrigues assinalou a detenção de dois cidadãos que roubavam viaturas e alteravam em 80 por cento as características dos veículos, desde o motor à matrícula.

As viaturas, mesmo com características adulteradas, passavam pela inspecção da Direção Nacional de Viação e Trânsito (DNVT) e “nem sequer eram detetadas”, pelo que a polícia garante “continuar a investigar” em busca de alegados colaboradores dos criminosos no seio da corporação.

“Esse é um dos aspetos que faz parte da investigação que está a ser levada a cabo e pensamos nos próximos dias poder esclarecer com mais propriedade”, afirmou aquele responsável em declarações aos jornalistas.

Entre os resultados da operação, a polícia destacou também o desmantelamento parcial de um grupo de criminosos composto por 10 elementos, três já detidos, por crimes de associação criminosa, roubo de viatura e rapto, facto ocorrido no dia 30 de agosto em que a vítima foi o músico angolano, Cleef António Cazevo, que saiu ileso.

Foram ainda detidos cinco cidadãos por crime de violação sexual, cinco por crimes de homicídio voluntário e três por posse ilegal de arma de fogo.

Na ocasião, a polícia procedeu à entrega aos legítimos proprietários de algumas viaturas que foram recuperadas.

Mais partilhadas da semana

Subir