Nas Notícias

Polícia alemã prende seis suspeitos de ligações islâmicas extremistas

A polícia alemã deteve seis pessoas na sequência de rusgas a apartamentos de alegados extremistas islâmicos, que estariam a planear um ataque, anunciou hoje um porta-voz.

Segundo Klaus-Stephan Becker, as buscas aconteceram em Colónia e começaram às 04:00 locais (03:00 em Lisboa), num apartamento perto da cidade de Düren, local para onde o suspeito principal se mudou recentemente e juntou-se a outro grupo radical que já vivia na região.

O apartamento em Berlim onde o suspeito vivia anteriormente também foi alvo de buscas.

O principal suspeito, de 30 anos e de origem alemã e libanesa, converteu-se ao Islão e estava a ser vigiado pelas autoridades há seis anos devido às suas ligações extremistas.

O detido tentou, várias vezes, viajar para território controlado pelo grupo ‘jihadista’ Estado Islâmico, acrescentou Klaus-Stephan Becker.

A polícia atuou depois de o homem ter sido escutado a falar sobre “o seu plano para ascender ao nível mais alto do paraíso da fé muçulmana”.

Isto “podia ser um sinónimo para um ataque suicida”, adiantou o porta-voz da polícia.

As autoridades sentiram que tinham de avançar preventivamente, mas explicaram que não tinham informações concretas sobre o local onde o eventual ataque seria concretizado.

O chefe da polícia de Colónia, Uwe Jacob, disse que a polícia está confiante que em breve será possível sustentar as avaliações que são feitas às ameaças.

Mais partilhadas da semana

Subir