Motociclismo

Pilotos portugueses a brilhar no PanaAfrica Rally

Os pilotos portugueses continuam a brilhar no PanAfrica Rally, prova que se está a disputar no norte de África, e onde Mário Patrão continua a ser o melhor representante luso, na quarta posição, depois de disputada a quarta etapa. O piloto de Seia ocupava o terceiro posto da classificação, mas na tirada, que foi a mais longa desta grande maratona, perdeu uma posição e ficou a três minutos dos lugares do pódio.

Numa etapa com 257 quilómetros cronometrados, Patrão teve alguns problemas ao nível de navegação, mas continua a ser o nosso melhor representante na prova.

Joaquim Rodrigues Jr segue no quinto posto, já mais de quatro minutos de Mário Patrão, enquanto Sebastian Buhler é sétimo de uma classificação que é liderada por Joan Pedrero Garcia, da Sherco. Pedro Bianchi Prata é 13º e lidera a sua classe.

“Foi a penúltima etapa deste rally hoje fizémos mais de 300 km de especial, se juntamos as ligações, e senti-me muito bem. Com pequenas falhas na navegação, o balanço é positivo. Só posso dizer que esta competição está a ser muito positiva, e boa para o meu futuro enquanto piloto”, salientou Mário Patrão.

Já Sebastian Buhler ‘acusa’ uma penalização de 28 minutos que o atirou para fora do top cinco, mas está otimista para o que resta do rali: “Estou cada vez a sentir-me melhor com a nevagação e com a nova mota de rally. Amanhã vai ser a última etapa e depois vamos ficar cá mais uma semana a treinar roadbooks”.

Para Pedro Bianchi prata a etapa foi boa “uma verdadeira etapa de Dakar”, com “partes rápidas, sinuosas, muita pedra e mais de 25 quilómetros de dunas, o que foi bastante exigente” para si e para a moto, que lhe correu bem e onde não cometeu erros: Mantive a liderança da classe e creio ter feito um bom lugar à geral. Estou muito satisfeito”, afirmou o piloto natural de Marco de Canaveses.

Esta sexta-feira disputa-se a quinta e última etapa do Panafrica Rally. A especial que se inicia e termina em Erfoud, vai passar, à semelhança do que aconteceu na terceira etapa, na zona de Merzouga. Com 225 km de extensão terá 106 km cronometrados.

116Shares

Mais partilhadas da semana

Subir