Fórmula 1

Pierre Gasly perde lugar para Alexander Albon na Red Bull

É a ‘bomba’ do dia na Fórmula 1. Pierre Gasly vai ser substituído por Alexander Albon na Red Bull Racing a partir do Grande Prémio da Bélgica.

O resultados do piloto francês têm estado muito aquém dos conseguidos por Max Verstappen e daquilo que os responsáveis da equipa de Milton-Keynes esperavam, e depois dos rumores veio a confirmação de que o piloto tailandês irá tripular o segundo RB15 a partir da próxima prova do campeonato.

Albon tem-se destacado na equipa ‘irmã’ Toro Rosso, superando por várias ocasiões o seu companheiro de equipa Daniil Kvyat, e a sua atitude na temporada de estreia na F1 fez com que Christian Horner e Helmut Marko se decidissem pela inclusão no titular do monolugar # 23.

“A Red Bull encontra-se na posição única de ter quatro pilotos talentosos na Fórmula 1 sob contrato, podendo ser substituídos numa rotação entre a Aston Martin Red Bull Racing e a Scuderia Toro Rosso”, afirma a equipa de Milton-Keynes em comunicado.

No mesmo documento a formação liderada por Horner refere também: “A Red Bull Racing irá utilizar as próximas nove corridas do campeonato para avaliar as performances de Alex Albon e depois decidir com conhecimento quem guiará ao lado de Max em 2020”.

De referir que Verstappen conseguiu vencer dois grandes prémios esta temporada – na Áustria e na Alemanha – sendo esta época o único piloto a contestar o domínio da Mercedes e de Lewis Hamilton, que juntamente com Valtteri Bottas foram os outros dois pilotos a conhecerem até agora triunfos na temporada 2019.

Não é a primeira vez que a Red Bull Racing opera mudanças na sua formação de pilotos, pois tal sucedeu também em 2016, quando fez Daniil Kvyat regressar à Toro Rosso, de onde promoveu Max Verstappen à equipa de Milton-Keynes.

O chefe da Red Bull esclareceu que a “intenção era de ele (Pierre Gasly) deixar o carro até ao final do ano”, precisando que o francês “teria desesperadamente de tirar o máximo do potencial do carro”, algo que o piloto de Rouen não conseguiu até à atual pausa de verão.

Mais partilhadas da semana

Subir