Mundo

Perdas provocadas pela tempestade Barry estimadas em cerca de nove mil milhões de euros

A tempestade tropical Barry, cujas perdas estão estimadas em 10 mil milhões de dólares (8,9 mil milhões de euros), continua a sua passagem pelo centro oeste de Louisiana e ameaça com inundações, informou hoje o Centro Nacional de Furacões.

“A principal ameaça agora é a chuva intensa e as potenciais inundações desde o estado do Louisiana até ao baixo vale do Mississippi”, indicou hoje o Centro Nacional de Furacões (NHC, na sigla inglesa) na sua conta no Twitter.

De acordo com a agência Efe, as autoridades não comunicaram até agora a existência de vítimas mortais devido à passagem do Barry pela costa sul do Louisiana, mas os danos materiais estão calculados em milhares de milhões de dólares.

O serviço de previsão meteorológica AccuWeather estima que os danos totais e as perdas económicas do Barry se situem entre os oito mil e os 10 mil milhões de dólares (o correspondente a entre sete mil e 8,9 mil milhões de euros), de acordo com uma análise dos estragos devido às inundações provocadas pelas chuvas muito intensas em vários estados e pelos ventos ciclónicos.

No seu boletim das 8:00 horas locais de Miami (13:00 em Lisboa), o Centro Nacional da Furacões situou o Barry a cinco milhas (10 quilómetros) a oeste de Peason Ridge e a 80 milhas (125 quilómetros) a sudeste de Shreveport.

A tempestade tropical Barry chegou a terra no sábado, perto de Intercoastal City, como o primeiro furacão da temporada no Atlântico e com ventos de categoria 1 na escala de Saffir/Simpson, que tem 5 níveis.

A tempestade tropical, que chegou a transformar-se em furacão durante algumas horas no sábado, mantém ventos máximos de 45 milhas por hora (75 quilómetros/hora), soprando para norte a seis milhas por hora (10 quilómetros).

O Centro Nacional de Furacões mantém em vigor os avisos de tempestade tropical entre as cidades de Morgan City e Cameron.

Os meteorologistas preveem que o centro do Bary, que passará hoje a depressão tropical, mover-se-á hoje pelo oeste e norte do estado do Louisiana e na segunda-feira pelo estado do Arkansas.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir