Desporto

Pepa quer os três pontos frente ao Portimonense e manter o Tondela na I Liga

Pepa disse hoje que o Tondela está “onde merece”, na I Liga de futebol, e garante que vai continuar no primeiro escalão, pretendendo somar os três pontos frente ao Portimonense, na 28.ª jornada da I Liga.

“Estamos onde merecemos estar, em termos de Liga, não é classificação, é Liga, e é aí que vamos ficar, e para ficarmos lá temos de arregaçar as mangas, arrepiar caminho jogo a jogo e encarar este, neste caso com o Portimonense, não como uma final, mas como uma finalíssima”, assumiu Pepa.

Em conferência de imprensa de antevisão para o jogo de segunda-feira, às 20:15, no Estádio João Cardoso, em que recebe o Portimonense, o treinador ‘auriverde’ disse que tem a “responsabilidade e a noção de que é um jogo importantíssimo”, uma vez que está abaixo da ‘linha de água’.

“O mais importante é não estar a pensar nos sete jogos que faltam, é pensar só neste, é em casa e a equipa tem de estar focada. Na Luz a equipa só estava focada numa coisa: jogo e é isso que temos de fazer aqui com o Portimonense e não tenho dúvidas que se fizermos isso, os três pontos ficam connosco, o nosso foco é esse”, disse.

Ainda em comparação com o último jogo, frente ao Benfica, no Estádio da Luz onde perdeu nos últimos minutos por 1-0, Pepa adiantou que o seu “grande desafio é a equipa não andar do oito ao oitenta”, mas, para isso, “ainda não há uma resposta”, apesar de “assumir a responsabilidade de líder nos bons e maus resultados”.

“Temos feito grandes jogos e não podemos claudicar em jogos onde temos de assumir mais. Se é para assumirmos, assumimos, é de grande responsabilidade, temos todos essa noção e temos de entrar em campo com esse peso bom”, adiantou.

Para esta jornada, o foco da equipa “está nos três pontos” e, no entender de Pepa, “há formas de o conseguir”, ou seja, “sem desespero, sem pressão, mas com muita responsabilidade” e “é preciso libertar a ansiedade e ser uma equipa responsável e ciente daquilo que tem pela frente, mas solta”.

“É mais do que tempo de arrepiar caminho e não estar a pensar, não há tempo para respirar e pensar, é pé na chapa, dar a vida lá dentro, concentração máxima, porque as coisas acabam por acontecer com naturalidade e vai acontecer, temos é de estar ligados à corrente, ligados ao jogo”, defendeu o treinador.

O Tondela alcançou a última vitória na 21ª jornada, frente ao Vitória de Guimarães, por 1-0, e desde então acumulou empates e derrotas, como na última ronda, com o líder do campeonato, o Benfica, onde perdeu por 1-0.

A equipa ‘auriverde’ está em 16º e antepenúltimo lugar no campeonato, abaixo da ‘linha de água’, com 25 pontos, enquanto o Portimonense está em 10º, com 32, e defrontam-se segunda-feira, a partir das 20:15, no Estádio João Cardoso, em Tondela, a fechar a 28ª jornada da I Liga de futebol.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir