Fórmula 1

Pelotão da Fórmula 1 volta a ter uma mulher

Desde Susie Wolff e Carmen Jorda, que foram pilotos de reserva de Williams e Lotus, que a Fórmula 1 não tinha uma mulher ao volante. Isso vai mudar pois a Alfa Romeo Sauber anunciou Tatiana Calderon como sua piloto de ensaios para 2018.

À imagem do que sucede com outros nomes na sua posição, a colombiana será piloto de desenvolvimento da formação de Hinwill, cujos recursos aumentaram substancialmente com a entrada do apoio da Alfa Romeo.

Tatiana, de 24 anos, tem um passado na competição com passagem, entre outras disciplinas de monolugares, na GP3 Series no ano passado, onde alinhou pela equipa Jenzer Motorsport.

A jovem sul-americana mostra-se radiante com a oportunidade que agora lhe é dada pela Sauber: “Esta colaboração irá apoiar-se na experiência que vou adquirir como piloto desenvolvimento da equipa ao longo do ano, e quero continuar neste caminho positivo. Vou poder desenvolver as minhas competências como piloto de corrida, e estou convencida que farei tudo ao longo deste ano para poder retribuir a confiança da equipa Sauber Alfa Romeo ao dar-me esta oportunidade maravilhosa, que não seria possível sem o apoio a longo prazo que recebi da Escuderia Telmex”.

É provável que Tatiana Calderon tenha a oportunidade de participar nos treinos de sexta-feira de alguns grandes prémios, com um dos pilotos de corrida da Alfa Romeo Sauber, Charles Leclerc e Marcus Ericsson, a ceder momentaneamente o seu lugar.

10Shares

Mais partilhadas da semana

Subir