Ásia

Pelo menos um morto em ataque com faca no sudeste da China

Um ataque com faca a um grupo de pedestres, em Fuzhou, no sudeste da China, fez pelo menos um morto e dezanove feridos, informou hoje a televisão estatal chinesa CGTN.

O ataque ocorreu às 21:30 de segunda-feira (14:30, em Lisboa) na capital da província de Fujian. O suspeito, um homem de 48 anos, está em fuga, após se ter atirado a um rio, na sequência do ataque.

Um dos feridos está em estado grave e os restantes estão a receber tratamento médico e encontram-se fora de perigo.

As primeiras investigações indicam que o suspeito discutiu com a ex-mulher antes de perpetuar o ataque, indicou a CGTN.

Estes incidentes na China são normalmente protagonizados por pessoas com problemas psicológicos ou ressentimentos com a sociedade.

Na semana passada, vinte crianças ficaram feridas num ataque perpetrado por um homem numa escola primária em Pequim.

Em abril passado, um homem armado com uma faca matou sete estudantes e feriu 19, quando os jovens regressavam a casa, no norte do país.

A lei chinesa proíbe rigorosamente a venda e posse de armas de fogo, pelo que os ataques são geralmente feitos com facas, explosivos de fabrico artesanal ou por atropelamento.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir