Nas Notícias

Pelo menos dois mortos após sismo de magnitude 7,3 na Indonésia

Pelo menos duas pessoas morreram e milhares foram retiradas das suas casas na sequência do terramoto de magnitude 7,3 na escala de Richter que atingiu no domingo o leste da Indonésia, segundo um balanço oficial divulgado hoje.

O sismo ocorreu pouco depois das 18:00 (10:00 em Lisboa) de domingo no norte do arquipélago das ilhas Molucas, a dez quilómetros de profundidade, provocando o pânico entre a população.

O epicentro foi detetado a cerca de 165 quilómetros a sul de Ternate, nas ilhas Molucas.

Em conferência de imprensa, Agus Wibowo, porta-voz da agência de gestão de catástrofes, indicou que duas mulheres morreram devido à queda de destroços e “mais de 2.000 pessoas foram retiradas”.

Os habitantes que deixaram as suas casas refugiaram-se em escolas e edifícios públicos.

No distrito de Halmahera do Sul, o mais próximo do epicentro, cerca de 160 casas desmoronaram ou ficaram danificadas na sequência do sismo.

De acordo com o Instituto Indonésio de Geofísica, foram registadas pelo menos 65 réplicas.

No passado dia 07 de julho, um forte sismo de magnitude 6,9 na escala de Richter foi registado no Mar das Molucas tendo sido emitido um alerta de ‘tsunami’ que posteriormente foi levantado.

A Indonésia, um arquipélago de 17.000 ilhas e ilhotas que foi formado pela convergência de três placas tectónicas (indo-pacífica, australiana, eurasiática), está localizada no chamado Anel de Fogo do Pacífico, uma zona de forte atividade sísmica.

Em 2018, um terramoto de 7,5 seguido de um ‘tsunami’ em Palu, na ilha de Celebes, provocou mais de 2.200 mortos e milhares de desaparecidos.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir