Mundo

Pelo menos 65 mortos em ataque no Afeganistão

As autoridades afegãs subiram hoje para 65 o número de mortos do ataque do grupo extremista islâmico Talibã a uma base militar e centro de treinos no leste do Afeganistão na segunda-feira, a maioria militares.

“Tiramos 65 corpos dos escombros”, disse o vice-chefe do Conselho Provincial de Wardak, Mohammad Sardar Bakhyari, à agência noticiosa AFP.

O anterior balanço, feito também hoje, apontava para 45 vítimas mortais, na base que também serve como um centro de treinos para uma milícia pró governamental.

Um membro do conselho da província de Maidan Wardak, Khawanin Sultani, disse hoje à agência de notícias Associated Press que um bombista suicida do grupo Talibã dirigiu um veículo até ao prédio principal, causando a explosão. Depois disso, quatro outros atacantes participaram num tiroteio com as tropas afegãs, mas foram abatidos.

Desde o fim da missão da NATO, em janeiro de 2015, o Governo afegão vem perdendo terreno para os talibãs e controla 56 por cento do país, segundo dados da Inspeção Especial para a Reconstrução do Afeganistão (SIGAR) do Congresso dos Estados Unidos.

Mais partilhadas da semana

Subir