Motores

Pedro Santinho Mendes imparável no Algarve

Pedro Santinho Mendes, aos comandos de um Maverick Can-Am, foi o vencedor da competição SSV na Baja de Loulé, terceira prova do Campeonato Nacional de Todo-o-Terreno que no passado fim de semana se disputou no Algarve.

Naquela que foi a 30ª edição da prova algarvia, o piloto de Abrantes enfrentou uma concorrência muito feroz, pois Lourenço Rosa foi o mais rápido no prólogo, enquanto que o brasileiro Cristiano Batista se impôs no primeiro setor e assumiu nessa altura o comando.

Pedro Santinho Mendes estava a somente 19 segundos do líder e preparava-se para tentar repetir o êxito conseguido anteriormente na Baja do Pinhal, sendo que logo atrás, a 38 segundos, surgia Pedro Carvalho, que por sua vez tinha 23 segundos de diferença para Aristides Mafra. Vítor Santos, líder do Campeonato à partida para esta prova era quinto a 2m02s do líder da prova e dispunha de 6 segundos de vantagem para Nuno Fontes.

O segundo dia começou com João Dias a ser o mais rápido no segundo setor e com Cristiano Batista a manter o comando partindo para o derradeiro setor seletivo com 19s de vantagem para Pedro santinho Mendes e 51s para Nuno Fontes.

Apesar de só ter feito o quinto tempo no terceiro setor, Pedro Santinho Mendes conseguiu repetir a vitoria alcançada em Góis e assumir a liderança do campeonato. A 24s terminou o piloto algarvio Nuno Fontes, vencedor entre os veteranos.

João Dias e o seu companheiro de equipa Pedro Carvalho, o mais rápido no terceiro setor, terminaram nas posições seguintes separados por escassos nove segundos, com Vítor Santos, anterior líder do campeonato, a completar a corrida na quinta posição.

João Monteiro em sexto lugar venceu a Classe Stock do Troféu Can-Am enquanto Nelson Caxias triunfou na Classe Promoção e Luís Cidade foi o mais rápido da Classe Júnior de uma corrida que a Can-Am dominou de forma absoluta ocupando a primeiras 17 posições.

André Rodrigues em Yamaha venceu a Classe SSV TT2 e a Classe Open da Taça Yamaha que teve em Eric Steichen o vencedor da Classe Stock. No Troféu Polaris Tiago Guerreiro aos comandos do único RZR RS1 presente foi mais uma vez o vencedor.

Mais partilhadas da semana

Subir