Motores

Pedro Almeida estreia-se em Fronteira

Após a conclusão do Campeonato de Portugal de Ralis, Pedro Almeida aceitou um novo desafio; participar nas 24 Horas TT de Fronteira, prova de resistência de todo-o-terreno que este fim de semana se disputa no terródromo daquela vila alentejana.

O piloto de Famalicão aceitou um convite que lhe foi endereçado pela MMP Competition, equipa francesa que preparou o carro que vai dividir com José Martins, Nono Corvo e Sérgio Vaz.

Trata-se de um protótipo bem diferente do Ford Fiesta R5 a que Pedro Almeida está habituado no ‘Nacional’ de Ralis. “É uma experiência nova, um carro muito diferente do que estou habituado a conduzir e num tipo de condução também ele distinto do que fazemos no CPR mas um desafio que vai enriquecer-me como piloto de automóveis e que serve para afinar a minha condução em pisos de terra”, refere.

A condução de todo-o-terreno requer da parte de Pedro de Almeida um período de habituação: “Estou numa fase de aprendizagem, vou aproveitar para experienciar o Todo-o-Terreno, testar a condução em pisos de terra e viver este ambiente que me dizem indescritível vivido ao longo de 24 horas. Quem entra num carro de corridas, depois de agarrar o volante e pisar o acelerador só pensa em ser um bocadinho mais rápido que o piloto da frente mas aqui estamos sem a pressão dos resultado, imbuídos do espírito de aprender – testar a condução na terra – tendo em perspetiva a nova época e viver este espírito”.

Em Fronteira o piloto famalicense tem a companhia do seu conterrâneo Paulo Marques, que também foi convidado para participar pela MMP Competition. O antigo ‘motard’, agora convertido aos automóveis, mostra-se entusiasmado para a prova deste fim de semana: “É um ambiente diferente das outras provas, com convívio entre a gente dos motores, uns que aqui celebram o fim do ano desportivo, outros com um forte espírito competitivo e a preparar o Dakar ou a nova época, mas sempre com muita camaradagem”.

Em destaque

Subir