Motores

Paulo Rui Ferreira e João Ferreira prontos para o desafio de Aragon

Paulo Rui Ferreira, João Ferreira e Luís Recuenco constituem a ‘armada’ da equipa M Racing na 36ª Baja de Aragon, prova da Taça do Mundo de Todo-o-Terreno que no próximo fim de semana se disputa em Espanha.

De regresso após a pausa forçada no campeonato, e logo para uma das mais carismáticas provas a nível mundial – a par com a Baja de Portalegre – a M Racing está de volta a um território que conhece bem.

Com traçados extremamente velozes, este evento é conhecido pela instabilidade climatérica, devido às amplitudes térmicas que muitas vezes existem e ao facto de por vezes chover num dia e no outro não. Além disso o novo formato, sem prólogo, faz com que a ordem de partida não corresponda forçosamente aos andamentos de cada concorrente.

Mas todos fatores descritos não afetam Paulo Rui Ferreira e Jorge Monteiro, que são uma das 15 equipas portuguesas que, com o cancelamento tardio da Bata TT Terras do Douro Verde, marcam presença na prova espanhola.

“Vamos procurar obter um bom resultado com a Toyota Hilux, e não receamos elevar a fasquia com os olhos nas posições cimeiras, mas sem esquecer a diversão e o convívio característico das provas de todo-o-terreno, pois o que nos move é isso mesmo”, diz Paulo Rui Ferreira.

Para o piloto da Totota Hilux Aragón traz boas recordações: “Já obtivemos bons resultados nesta Baja, onde já participamos por três vezes e gostamos sempre de voltar, pois tem um bom percurso, muito variado, com zonas que lembram quase o deserto”.

Já para João Ferreira, que faz dupla com David Monteiro, trata-se de uma descoberta. Mas isso não o deixa menos entusiasmado e motivado. “É a nossa estreia na prova espanhola, fora de Portugal e numa prova da Taça do Mundo, contando com o Toyota Land Cruiser para continuar o nosso processo de aprendizagem”, refere.

O piloto traçou já os seus objetivos: “Espero evoluir a cada quilómetro numa prova que sabemos ser muito rápida e onde espero também que seja possível chegar ao final com a missão cumprida e com prazer em competir”.

Luis Recuenco e Victor Alijas são uma estreia em todos os sentidos, tanto com o Mini X-Raid como na M Racing. Daí que para o piloto espanhol tudo seja novidade, e a meta passar por “tentar terminar o mais na frente possível, tendo em conta que há cerca de uma dezena de concorrentes muito fortes, com Vasiliyev, Przygonski, Ramos e Terranova, por exemplo”.

A Baja de Aragon arranca sexta-feira, 26 de julho e termina no dia seguinte, com os concorrentes a terem de efetuar uma dupla passagem por dois setores cronometrados perfazendo um total de 502 quilómetros.

Mais partilhadas da semana

Subir