Motores

Patrick Cunha e o êxito na Falperra: “Foi curioso estar na luta com os GT”

À imagem dos outros pilotos da Veloso Motorsport – Luís Nunes e Miguel Lobo – Patrick Cunha este em plano de destaque na Rampa Internacional da Falperra, já que venceu a Taça Nacionla de Montanha TCR/TCS e fez tempos entre os melhores GT presentes na prova organizada mais uma vez pelo Clube Automóvel do Mungo.

Na subida que liga Braga ao Santuário de Nossa Senhora do Sameiro o piloto de Vieira do Minho pôde sentir a adrenalina de acelerar a alta velocidade perante o muito público que bateu recordes de afluência ao evento.

Foi uma oportunidade para Patrick Cunha guiar o Audi S3 TCR que este ano guia no Campeonato Nacional de Velocidade, e tirou bom partido dela. “Estou bastante satisfeito com esta participação na Falperra, vencemos com algum à vontade nos TCR e conseguimos ainda, isto a titulo de curiosidade, andar na luta com os melhores GT”, considerou o piloto minhoto.

“Foi também muito positivo o quinto lugar no campeonato nacional em termos absolutos, mostra que andamos muito bem e sempre ao ataque. No Sábado dei um toque devido ao óleo depositado na última curva, felizmente foi pouco, mas mesmo não sendo grave foi trabalho extra para a Veloso Motorsport, que mais uma vez esteve ao mais alto nível, recuperando exemplarmente o carro”, acrescentou Patrick Cunha.

Já Miguel Lobo secundou muito bem Luís Nunes na categoria 5, ainda que tenha ficado agradado com algumas decisões tomadas pela organização no que tem a ver com a amostragem de bandeiras amarelas, não possibilitando a repetição das subidas. Algo em que foi também acompanhado pelo seu companheiro de equipa.

“Saio daqui muito triste, porque poderia ter sido um fim-de-semana de grande festa, mas de facto não foi porque a organização assim não o quis. Fui muito prejudicado na minha primeira subida de prova com bandeiras amarelas e carros em posição perigosa, reduzi a velocidade como mandam as regras e no final não me deixaram repetir”, queixou-se o piloto.

“Como só tínhamos duas subidas, o meu resultado ficou desde logo hipotecado no que à luta pela vitória diz respeito. A adaptação ao SEAT Leon TCR foi boa, trata-se de um bom carro e muito bem preparado pela Veloso Motorsport, a quem agradeço o excelente trabalho”, referiu ainda Miguel Lobo.

Fotos: Zoom

5Shares

Mais partilhadas da semana

Subir