Motores

Parcídio Summavielle espera uma prova sem problemas para a Covilhã

Parcidio Summavielle não conseguiu na Rampa da Falperra fazer a prova que desejava, e por vários motivos. Um foi a anulação da subida de sábado e outra foi a caixa de velocidades do Datsun 270Z, que pregou uma partida.

Ainda assim o piloto de Fafe retira alguns aspetos positivos da prova ‘rainha’ do Campeonato Nacional de Montanha e já pensa na próxima etapa da competição, que terá como ‘palco’ a Serra da Estrela.

“Foi uma prova muito positiva, o carro esteve impecável sem problemas. Aliás tenho muito orgulho no trabalho mecânico que fizemos no 240Z, tanto eu como o meu mecânico Rui desenvolvemos. Por outro lado não quero deixar de agradecer ao Arantes pela afinação que me fez no carro que o deixou impecável”, afirma Parcidio Summavielle.

“Foi pena a subida de sábado ter sido anulada, o que logicamente não me veio favorecer em nada, bem me prejudicou. Estamos a contar evoluir um pouco mais o Datsun 240Z, embora nesta rampa debati-me com ligeiros problemas de imprecisão na caixa de velocidades, que logicamente não me permitiu tirar mais partido deste carro”, considera também o piloto minhoto.

“Espero que agora neste intervalo de tempo, a equipa de mecânicos consiga solucionar o problema, para que na Serra da Estrela, seja uma rampa feita isenta de problemas.Para terminar quero ainda referir a engraçada luta que tive com o Ford Cortina Lotus do Jorge Loures, que teve uma grande atitude desportiva”, remata Parcidio Summavielle.

1Shares

Mais partilhadas da semana

Subir