Google

Parabéns ao Google, há 17 anos a mudar a internet

google_3

Foi há 17 anos que um motor de busca começou uma revolução na internet. O Google nasceu em 1998 com base numa tese de doutoramento e tornou-se num potentado empresarial com várias ramificações nas áreas das tecnologias de informação.

Uma das empresas mais conhecidas (e temidas) a nível mundial celebrou ontem, a nível oficial, o 17.º aniversário: o Google.

O gigante tecnológico nasceu em 1998 como um ‘simples’ motor de pesquisa. Porém, a forma como passámos a pesquisar na internet (e que até deu origem a um verbo reconhecido internacionalmente, ‘googlar’) transformou o Google numa marca que é tão poderosa e temida que chegou a ser censurada na China, a segunda maior potência económica do mundo.

Na altura de festejar os 17 anos, convém recordar que o motor de pesquisa que arrasou a concorrência (quem ainda usa Altavista, Yahoo ou Lycos?) nasceu numa residência universitária…

Em 1996, Larry Page e Sergey Brin, estudantes de Ciências da Computação na Universidade de Stanford (EUA), apresentaram uma tese de doutoramento sobre uma nova formulação de algoritmos para motores de busca.

Dois anos depois, Page e Brin lançavam o Google: foi a 4 de setembro de 1998, embora o domínio (google.com) só tenha sido registado no dia 15 e o aniversário oficial seja assinalado a 27 de setembro.

Enquanto foi crescendo, o Google foi lançando vários conceitos inovadores e adquirindo ‘start-ups’ com alto potencial, tornando-se num conglomerado empresarial presente em várias áreas de negócios.

Agora, a caminho da ‘maioridade’, a empresa dividiu esses negócios entre o Google, o motor de pesquisa e a área da internet, e o Alphabet, que será a ‘holding’ para todas as outras áreas (como os smartphones, os gadgets e o tão comentado carro elétrico) de um grupo que se tornou tão gigante que conseguiu, entre outros feitos, ‘apoderar-se’ da maior plataforma de vídeos do mundo, o Youtube.

Mais partilhadas da semana

Subir