Fórmula 1

Para Sebastian Vettel a Mercedes está melhor do que anunciava

Sebastian Vettel considera que a Mercedes está numa melhor forma do que anunciava antes do começo da época de Fórmula 1 e admite não ter tido as mesmas sensações com o Ferrari que teve em Barcelona.

Lewis Hamilton e Valtteri Bottas foram os mais rápidos no primeiro dia de treinos para o Grande Prémio da Austrália e o alemão da Ferrari diz que isso só confirma como a equipa Campeã do Mundo não está tão mal como apregoava após os testes de pré-temporada em Barcelona.

Vettel, que se quedou pelo quinto registo no melhor dos SF90, disse mesmo que as dificuldades anunciadas pela Mercedes eram uma “treta” e que ficou “um bocado surpreendido” com a exibição de Hamilton e Bottas. “Eles pareceram mesmo muito rápidos”.

“Não sei se me debati um pouco hoje, ou se também outros tiveram esse problema, mas de facto acho que eles (Mercedes) estiveram numa classe à parte. Talvez todos os outros se debatessem e depois possam ‘dar a volta’, mas sim, eles pareceram muito mais fortes do que diziam antes do fim de semana”, afirmou o germânico da Ferrari.

Sebastian Vettel e o seu companheiro de equipa, Charles Leclerc, ficaram a uma décima na primeira sessão de treinos, mas depois ‘cairam’ para quinto e nono, respetivamente, na segunda sessão.

Questionado sobre a diferença de andamento para a Mercedes no segundo treino, Vettel respondeu: “Não sei quais serão as razões mas estamos à procura delas. Se as encontrarem digam-nos e vamos conhecê-las nas nossas boxes”.

O piloto de Heppenheim admitiu não ter conseguido o ritmo desejado e há ainda muita margem para recuperar a confiança com o carro. “Sinto que tenho o carro sob mim que tive nos testes, mas não faz exatamente as mesmas coisas que fez (em Barcelona) aqui, e é por isso que me falta confiança. Não penso que seja horrível, penso é que há coisas aqui e ali que são boas e a partir das quais podemos melhorar”.

Mais partilhadas da semana

Subir