Fórmula 1

Para o chefe da Mercedes as críticas a Vettel “são injustas”

A derrota da Ferrari no Grande Prémio de Itália ainda dá que falar, sendo que agora de uma forma positiva, já que Toto Wolff, diretor da Mercedes, veio defender Sebastian Vettel das críticas que lhe foram feitas.

Uma série de erros, não apenas do piloto de Almada mas também da ‘Scuderia’ de Maranello, ditaram o desfecho da corrida de Monza, permitindo a Lewis Hamilton sair de Monza com 30 pontos de vantagem sobre Vettel.

Mas a dias da disputa do próximo Grande Prémio de Fórmula 1, em Singapura, Toto Wolff disse ao jornal Die Welt que as críticas ao alemão da Ferrari são injustificadas: “Eu não sou completamente neutro, mas Lewis é para mim o melhor piloto destes últimos anos. Mas acho que as críticas a Vettel são injustas. Quando tem a possibilidade de ganhar ele tem a ambição de o conseguir adotando a agressividade necessária. Isso requer muita coragem e o seu estilo de pilotagem leva por vezes a colisões. Mas é preciso não esquecer que conquistou quatro títulos mundiais”.

Apesar de defender o piloto germânico o discurso do diretor da Mercedes não seria exatamente o mesmo se na colisão entre Hamilton e Vettel em Itália fosse a corrida do britânico a ser destruída: “Podia muito bem ter sucedido ser Lewis no lugar de Sebastian. O Grande Prémio seria então totalmente diferente. No mundo das tecnologias de ponta que é a F1 nem tudo se decide linearmente ou racionalmente. Joga-se também com a sorte ou a falta dela e também com as coincidências”.

4Shares

Mais partilhadas da semana

Subir