Fórmula 1

Para Bottas na Grã-Bretanha Hamilton “teve uma paragem gratuita”

O acidente de Antonio Giovinazzi foi decisivo no triunfo de Lewis Hamilton no Grande Prémio da Grã-Bretanha. Algo que Valtteri Bottas considera ter sido um ‘pit-stop’ oferecido ao Campeão do Mundo.

O finlandês da Mercedes conseguiu conservar a vantagem de partir da ‘pole position’ enquanto foi atacado pela liderança pelo seu companheiro de equipa, mas viria a perder a liderança quando a neutralização da corrida devido ao abandono do italiano da Sauber permitiu a Hamilton parar sem perder a primeira posição.

Bottas, que tinha já efetuado a sua paragem sob bandeiras verdes, nunca mais conseguiu recuperar a liderança, com a agravante de no final da corrida ter efetuado uma segunda paragem nas boxes, que o Campeão do Mundo também evitou ao conservar melhor os seus pneus.

“Felicito Lewis. Parei primeiro e gerei a diferença. Foi a nossa tática. O ‘safety car’ chegou pelo que ele teve uma paragem gratuita. Eu tinha montado novamente pneus médios e tive de voltar a parar para mudar obrigatoriamente de compostos. Não era mesmo o meu dia, mas espero que na próxima corrida tudo seja melhor”, afirmou o finlandês.

Valtteri Bottas saiu de Silverstone a 39 pontos do seu companheiro de equipa, que se impôs pela sétima vez, enquanto ele só venceu duas vezes. Ainda assim faz um balanço positivo da sua prestação em terras de sua majestade.

“Este fim de semana foi ainda assim positivo. Fui o mais rápido em pista na qualificação e o meu ritmo em corrida era igualmente bom. Continuo a bater-me pelo campeonato”, acresca o titular do Mercedes W10 # 77.

Mais partilhadas da semana

Subir