Nacional

Pamela Anderson: “Entrei em autodestruição”

Declarações de Pamela Anderson à Vanity Fair, sobre a sua luta contra a hepatite C, dão conta de momentos em que a atriz de ‘Marés Vivas’ enfrentou a morte. Infetada por Tommy Lee, baterista dos Mötley Crüe, Pamela revelou que entrou numa fase de “autodestrução”.

Pamela Anderson voltou a abrir o seu coração, para uma entrevista onde falou do passado, sobretudo.

A atriz norte-americana, concedeu uma entrevista à Vanity Fair, onde falou do passado em que lutou contra a hepatite C, após ser infetada por Tommy Lee.

Pamela Anderson recorda um passado de “autodestruição”, a partir do momento em que soube que iria ter pouco tempo de vida.

“Deram-me dez anos de vida e entrei num processo de autodestruição, com medo de ficar sozinha”, lembra.

A atriz também abordou os vícios de álcool, de drogas e mesmo de sexo. E considerou que a sua ingenuidade esteve na base desses comportamentos de que hoje se arrepende.

“Eu era muito ingénua quando conheci o Tommy, um homem rebelde, que não se importava de se meter em problemas. Eu e ele partilhámos agulhas, para fazer uma tatuagem, e eu contraí hepatite C. A doença foi diagnosticada quando me separei do Tommy. Eu tinha dois bebés para criar e estava sozinha”, lembra.

Pamela luta contra a hepatite C desde o ano de 2002, depois de ter partilhado com Tommy Lee, o seu marido, uma agulha que foi transmissora do vírus.

Recentemente, a atriz usou uma foto em nudez integral para falar desse problema de saúde e dizer que estava curada.

Atriz começou a tomar um novo medicamento em agosto passado. E já tinha divulgado nas redes sociais mensagens elogiosas relativamente ao fármaco que, de acordo com a atriz, permitiu a cura total.

Além dessa comunicação, Pamela Anderson transmitiu ainda uma mensagem de esperança a todos os doentes com hepatite C.

“Todos os dias rezo pelos que vivem com hepatite C, para que possam pagar o tratamento, que estará mais disponível a todos em breve. Eu sei que ainda é difícil consegui-lo”, escreveu Pamela Anderson nas redes sociais.

Certo é que os tratamentos continuam e a atriz de ‘Marés Vivas’ enfrenta pelo menos mais três semanas, até poder livrar-se da doença.

Mas esta viagem ao passado na entrevista à Vanity Fair tocou também algo que perturba profundamente Pamela Anderson: os vídeos de sexo caseiros.

A atriz fala de “humilhação” e de revela que nunca quis ver essas imagens.

“Foram registos que fizemos durante a nossa lua-de-mel. Foi duro ver essas imagens divulgadas. Enfrentei grande pressão e penso que esse episódio justifica, entre outros motivos, o facto de eu e o Tommy nos termos separado”, conclui.

Mais partilhadas da semana

Subir