Nas Redes

Página da candidatura de Santana no PSD andou a promover o Aliança

A página da candidatura de Santana Lopes à liderança do PSD, criada em outubro de 2017, andou nos últimos dias a promover a recolha de assinaturas para a formalização do novo partido do ex-líder social-democrata.

A notícia foi avançada pelo Observador, que agora acrescenta: após a polémica, a página foi ocultada.

Criada em outubro de 2017, quando Santana Lopes se apresentou para disputar a liderança do PSD com Rui Rio, a página juntou cerca de 1500 seguidores.

Estes mesmos seguidores, quase todos militantes do PSD, foram nos últimos dias informados sobre o início da recolha de assinaturas para… a formalização de um novo partido político.

Trata-se do Aliança, o partido que Santana Lopes, o ex-presidente do PSD, está agora a fundar.

A página tinha sido fundada com o nome ‘Pedro Santana Lopes — Unir o Partido, Ganhar o País’, mas a 24 de outubro de 2017 (três dias depois de criada) teve a designação alterada para ‘Pedro Santana Lopes — Futuro Presidente do PSD’.

Hoje, segundo o Observador, o nome foi alterado para ‘Pedro Santana Lopes — Aliança’.

Num esclarecimento ao jornal, Santana Lopes salientou que nunca foi o administrador da página e que, ao tomar conhecimento da situação, exigiu que a mesma fosse retirada.

A página já não se encontra disponível.

13Shares

Mais partilhadas da semana

Subir