Local

Padre desaparece após terceira denúncia de abuso de menores

Um padre foi suspenso após a terceira denúncia de abuso sexual de menores. As duas primeiras queixas foram arquivadas. Agora, o paradeiro de José Anastácio Alves é desconhecido.

De acordo com a reportagem do Observador, o padre foi transferido de paróquia, na Madeira, depois da primeira queixa. Após a segunda, foi colocado na Suíça.

No ano passado, ao passar umas férias na Madeira, o padre, alegadamente, cometeu novo abuso.

Após esta denúncia, a terceira a ocorrer (alegadamente) no arquipélago madeirense, o bispo do Funchal mandou suspender José Anastácio Alves, para que o caso fosse investigado.

O Observador acrescenta que, após esta denúncia e a consequente suspensão de funções, o padre desapareceu.

A Procuradoria-geral da República confirmou que foram abertos dois inquéritos contra o religioso, em 2005 e 2007. Ambos terminaram arquivados.

No segundo semestre do ano passado, o Departamento de Investigação e Ação Penal do Funchal abriu um terceiro inquérito, o qual “encontra-se em investigação e não tem arguidos constituídos”.

Mais partilhadas da semana

Subir