Animais

Orcas: SeaWorld termina espectáculos com o fim do programa de reprodução

A empresa SeaWorld anunciou que vai deixar de ter espectáculos com orcas. A decisão surge quase meio ano depois dos parques temáticos terem sido proibidos de manter o programa de reprodução das ‘baleias assassinas’. A “última geração” já nasceu em cativeiro.

“Os tempos mudaram e estamos a mudar com eles”: o cliché, usado pela SeaWorld no comunicado, pode dar a ideia de que a empresa de parques temáticos tomou a opção de não continuar a exibir espectáculos com orcas, mas não foi bem assim.

Em outubro do ano passado, o PT Animal deu a conhecer a Portugal uma deliberação tomada pelas autoridades da Califórnia (EUA): a SeaWorld foi obrigada a parar com o programa de reprodução de orcas em cativeiro.

Refira-se que a “última geração” de orcas nos três parques temáticos (Orlando, San Diego e San Antonio), como lhe chamou a própria empresa, já nasceu em cativeiro.

Sem poder criar novas ‘baleias assassinas’, a SeaWorld revelou ontem, em comunicado, que vai parar com todos os espectáculos que envolvem orcas.

“Estamos orgulhosos de ter contribuído para o conhecimento sobre estes animais. Tornámos as orcas num dos mamíferos aquáticos mais queridos do planeta. Ao apresentarmos esta última geração de orcas ao nosso cuidado e aos reinventarmos a forma como os nossos clientes se vão encontrar com estes belos animais, estamos a cumprir a nossa missão de proporcionar aos visitantes dos nossos parques uma experiência com significado”, justificou Joel Manby, o presidente da empresa.

Nas contas da SeaWorld, as orcas atraíram mais de 400 milhões de visitantes aos três parques temáticos.

Os cetáceos que vão deixar de atuar não serão postos em liberdade, pois “nunca viveram em estado selvagem e não poderiam sobreviver nos oceanos que incluem preocupações ambientais, como a poluição e outras ameaças feitas pelo homem”.

O fim dos espectáculos com orcas foi acelerado pelo documentário ‘Blackfish’, de 2013, que retratou o tratamento e o treino dos cetáceos nos parques temáticos.

Mais partilhadas da semana

Subir