África

ONU espera eleições na Guiné-Bissau em ambiente de paz e que pessoas possam exercer o seu direito

As Nações Unidas esperam que as eleições legislativas na Guiné-Bissau de domingo decorram em paz e de forma pacífica, disse hoje o representante especial do secretário-geral da ONU para a África Ocidental, Mohamed Ibn Chambas.

“O secretário-geral da ONU, António Guterres, está pessoalmente a acompanhar o processo eleitoral para as legislativas de domingo, porque se preocupa muito com a Guiné-Bissau e tem uma grande expectativa de que as eleições decorram num ambiente de paz e que todos os cidadãos recenseados possam exercer o seu direito de voto”, afirmou Mohamed Ibn Chambas.

O representante especial do secretário-geral da ONU para a África Ocidental falava aos jornalistas depois de um encontro com o Presidente guineense, José Mário Vaz, com quem esteve reunido para trocar informações sobre o processo eleitoral em curso para as legislativas de domingo no país.

Mohamed Ibn Chambas chegou hoje a Bissau para contactos com as autoridades guineenses, sociedade civil e partidos políticos, devendo terminar a visita ao país no sábado.

Segundo o representante, o que a ONU espera da Guiné-Bissau é que “possa atingir outro patamar” com as eleições legislativas de domingo, salientando que encontrou uma atmosfera pacífica e uma campanha eleitoral sem incidentes.

“Esta é uma oportunidade de a Guiné-Bissau mostrar ao mundo que o país é capaz de conduzir eleições pacíficas, transparentes e credíveis”, disse.

Mais de 761 mil eleitores escolhem domingo os novos representantes do parlamento do país, entre os candidatos de 21 partidos políticos que se apresentaram às eleições.

Mais partilhadas da semana

Subir