Mundo

ONG portuguesa apoia América Latina com kits de emergência para famílias afetadas pela covid-19

Segundo os dados mais recentes, a região da América Latina contabiliza 26 por cento da totalidade dos casos e 25 por cento dos óbitos por covid-19 apesar de representar apenas 8,3 por cento da população mundial. 

A ONG portuguesa Oikos, que trabalha em diversos países da América Latina, recentrou os seus esforços para o apoio às populações em maior risco de serem afetadas pela doença e pela crise económica.

A expansão da covid-19 é particularmente preocupante na América Latina, que tem devastado severamente países que já viviam em crise e com elevados níveis de pobreza mesmo antes da pandemia chegar. 

A Oikos recentrou os seus esforços para o apoio às populações em maior risco de serem afetadas pela doença e pela crise económica.

Em El Salvador a situação das famílias carenciadas transformou o apoio em ação humanitária, com a distribuição de 1160 kits de emergência, contendo cabazes alimentares, cabazes de higiene e diversos materiais informativos e de prevenção para 45 comunidades.

A distribuição para mais de 3500 pessoas foi feita através de Organizações Juvenis, reforçando a liderança e capacidades dos jovens no seu território, posicionando-os como agentes de mudança nas suas próprias comunidades.

Além desta entrega em géneros, mais de 200 famílias receberam cartões pré-pagos multiusos para compra de bens de primeira necessidade e máscaras de proteção.

Para este apoio, foram identificadas as famílias com maior necessidade e mais afetadas durante a pandemia, estando entre elas famílias monoparentais, com pessoas idosas, crianças ou alguma condição de saúde crónica.

Este é um trabalho continuado da Oikos com financiamento da União Europeia e apoio de parceiros locais ADES e SSPAS.

0Shares

Em destaque

Subir