Apresentações/Novidades

Ofensiva elétrica da Citroën nos comerciais ligeiros

A Citroën está a preparar uma autêntica ofensiva elétrica na sua gama de veículos comerciais ligeiros, utilizando todos os conhecimentos adquiridos pelo Grupo PSA em matéria de oferta cem por cento movida a energia de baterias.

Quando falamos em ofensiva falamos em disponibilizar uma versão totalmente elétrica do Jumpy já no próximo ano e outra idêntica no novo Berlingo, a lançar até 2021, que será também extensível aos comerciais de passageiros.

Copyright William CROZES @ Continental Productions

Fiel à assinatura da marca do ‘double chevron’ Inspired by Pro, o Jumpy já vendeu mais de 135 mil unidades, estando disponibilizado em cinco versões, três das quais novas – Worker, Driver e City Van – que visam três tipos de utilização – estaleiros, longas deslocações ou uso citadino.

Com base na plataforma multi-energias EMP2 do Groupe PSA, esta versão elétrica do Jumpy será proposta com 2 níveis de autonomia, que irão dar uma nova dimensão ao conforto do Jumpy, prometendo boa autonomia,permitindo assegurar as missões diárias da maioria dos profissionais, 200 km no ciclo WLTP, com uma bateria de 50 kWh, e 300 km no ciclo WLTP, com uma bateria de 75 kWh.

Copyright William CROZES @ Continental Productions

As vantagens da eletrificação do Jumpy em termos de conforto são várias, a começar pela ausência de vibrações e ruídos e grande fluidez de movimentos. Também no que diz respeito ao prazer de condução em modo elétrico, com um binário disponível instantaneamente e ausência de passagens de caixa de velocidades.

Fica também prometida a liberdade de acesso às zonas com restrições, um volume de carga útil idêntico ao das versões animadas por térmicos e um custo de utilização reduzido.

De referir que em termos de veículos comerciais ligeiros, a Citroën é, atualmente, o sexto construtor mais vendido na Europa, tendo alcançado uma quota de mercado de 9,2% no primeiro semestre de 2019.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir