Nacional

“O Rui Pedro não morreu, está desaparecido”, insiste a mãe (com vídeo)

Passaram quase 21 anos do desaparecimento de Rui Pedro e a mãe, Filomena Teixeira, continua a acreditar que um dia vai reencontrar o filho.

A ‘mãe coragem’ foi ao Programa da Cristina, na manhã de hoje, garantir que não esquece o menino de 11 anos que desapareceu a 4 de março de 1998, em Lousada.

“Espero que um dia ele me bata à porta”, revelou: “Dou-lhe um abraço tão grande…”

Desde o desaparecimento que Filomena Teixeira se recusa a acreditar que Rui Pedro esteja morto.

“Eu tenho de saber dele, de saber o que aconteceu”.

“Eu não fiz luto, nem faço. Posso ser maluca, chamem-me maluca, mas eu ainda acredito que ainda vou saber do meu filho ou pelo menos do que lhe aconteceu”, insistiu.

“O meu filho está desaparecido, ele não morreu”, afirmou a mãe de Rui Pedro.

As saudades continuam a apertar-lhe o coração, que “sangra”. As lágrimas já secaram, só “muito raramente” é que continuam a aparecer.

“Quando choro é uma dor que me ultrapassa demais. Já chorei tanto que já não tenho mais lágrimas para chorar”, finalizou Filomena Teixeira.

Veja aqui o programa na íntegra.

171Shares

Mais partilhadas da semana

Subir