Nas Notícias

O “milagre português” frente à pandemia é notícia em Inglaterra

A resposta de Portugal à pandemia de covid-19, classificada no estrangeiro como “um milagre”, mereceu a atenção do The Telegraph, um dos mais reputados jornais do mundo.

O artigo procura explicar como é que um dos países mais atrasados da União Europeia lidera o top 10 mundial ao nível dos testes de despistagem da covid-19.

De acordo com uma tabela publicada pelo portal especializado Our World in Data, Portugal ocupa o sexto lugar na classificação dos países com mais testes realizados por cada mil habitantes.

Para além da Inglaterra, vários países ricos (o que significa uma maior capacidade de investimento nos serviços de saúde) ficaram atrás de Portugal nesta lista, como EUA, Noruega, Israel e Coreia do Sul.

De acordo com o artigo do The Telegraph, o “milagre português” assentou primeiramente na convergência de esforços entre o Serviço Nacional de Saúde (SNS) e várias entidades privadas, como hospitais e clínicas e até universidades.

O jornal britânico realçou também a rapidez com que Portugal adotou regras de confinamento, com destaque para o fecho das escolas, tópico em que demos uma ‘cabazada’ à vizinha (e bastante mais rica) Espanha.

Enquanto o vizinho ibérico fechou as escolas após mais de 6000 casos de infeção, Portugal não tinha sequer 800 casos quando aplicou tal medida.

A principal razão do “milagre português”, ainda assim, foi a aposta na despistagem, que entre 1 e 17 de maio registou uma média de 14 mil pessoas testadas por dia.

O The Telegraph sublinhou ainda o trabalho da linha de Saúde 24 na triagem das pessoas a testar.

“Trabalho, organização, estratégia”, resumiu o reputado jornal britânico.

0Shares

Em destaque

Subir