Desporto

“Mau exemplo” do FC Porto, segundo Bruno de Carvalho, foi falado em Manchester

bruno carvalho Num congresso em Manchester, Bruno de Carvalho revelou que o FC Porto foi citado como um exemplo daquilo que não se deve fazer. O presidente do Sporting falava de um encontro entre membros do comité executivo da FIFA, onde a temática dos fundos foi discutida. “Falaram no FC Porto como sendo um dos grandes exemplos do que não se deve fazer no futebol”, disse Bruno de Carvalho, citado pelo jornal A Bola.

O presidente do Sporting esteve em Manchester, a participar no Soccerex, congresso que junta responsáveis da FIFA, de alguns clubes e que termina nesta quarta-feira.

Em discussão, diversos assuntos, entre os quais os fundos que investem no futebol. Segundo Bruno de Carvalho, o exemplo do FC Porto foi alvo de uma abordagem – alegadamente por parte de Daniel Cravo Souza, sócio de uma sociedade de advogados.

“Achei curioso que, de entre vários exemplos que foram dados, falaram no FC Porto como um dos grandes exemplos do que não se deve fazer”, afirmou Bruno de Carvalho, em declarações reproduzidas pelo jornal A Bola.

Bruno de Carvalho falou em “distorção da verdade desportiva”, quando os clubes se financiam em fundos de investimento. E pra o presidente leonino, o mundo do futebol “já percebeu os problemas e aponta soluções”, mas ainda “falta tomar medidas”.

O dirigente observa o exemplo do Benfica – que comprou os direitos desportivos das percentagens de passes de atletas que pertenciam ao Benfica Star Fund e extinguiu o fundo – e admite fazer o mesmo relativamente ao Sporting Portugal Fund.

“O Benfica resgatou passes a um fundo. É bom saber que há interesse por parte da banca, neste momento. É a nossa estratégia desde que chegámos ao clube”, salientou Bruno de Carvalho.

Em destaque

Subir