Nas Notícias

“O grande problema de Portugal é a pobreza”, diz Sobrinho Simões

A pandemia veio dar visibilidade ao agravamento das assimetrias, com o médico e investigador Sobrinho Simões a afirmar que “o grande problema de Portugal é a pobreza”.

Em entrevista ao Jornal de Notícias, o Prémio Pessoa de 2002 sustentou que o confinamento provou que a sociedade tem demonstrado uma tendência de roturas sociais a vários níveis, dificultando o combate à própria pandemia.

“Abraçar netos e bisnetos vai ser cada vez mais difícil”, alertou, avisando que a nova “organização social” só vai agravar as desigualdades.

“Nós somos dos países mais assimétricos que há. O grande problema de Portugal é a pobreza. As pessoas não querem que diga isto, mas esta é a verdade”, sustentou.

A pobreza é um problema “de tal maneira dilacerante que as soluções familiares amortecem alguns aspetos negativos, mas não os resolvem”, insistiu.

Como patologista, Sobrinho Simões considerou que a resposta ao novo coronavírus “correu bem”, embora tenha sido mais custoso para “os velhinhos” internados em lares.

“É muito fácil dizermos que as pessoas devem ficar em casa enquanto puderem, mas… têm poder económico?”, finalizou.

0Shares

Em destaque

Subir