Economia

Número de inscritos nos centros de emprego em agosto cai 19,1 por cento em termos homólogos

O número de desempregados inscritos nos serviços de emprego totalizou em agosto 338.147, uma descida de 19,1 por cento face ao mesmo mês de 2017, mas um aumento de 2,3 por cento em relação a julho, foi hoje anunciado.

De acordo com a Análise Mensal do Mercado do Emprego, divulgada pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional (IEFP), “o total de desempregados registados no país foi inferior ao verificado no mesmo mês de 2017 (-80.088; 19,1 por cento), tendo aumentado em relação ao mês anterior (+7.560; +2,3 por cento)”.

Para a diminuição do desemprego registado, face ao mês homólogo de 2017, “contribuíram todos os grupos do ficheiro de desempregados, com destaque para os homens, os adultos com idades iguais ou superiores a 25 anos, os inscritos há um ano ou mais, os que procuravam novo emprego e os que possuem como habilitação escolar o 1.º ciclo básico”.

Já o aumento face ao mês anterior fez-se sentir, particularmente, nas mulheres, na procura de novo emprego, em inscrições com menos de um ano e em habilitações de nível superior.

Em agosto, inscreveram-se nos serviços de emprego 40.869 desempregados, número inferior ao do mesmo mês de 2017 (-1727;-4,1 por cento). Comparando como mês anterior, o volume de inscrições foi superior(+973;+2,4 por cento).

Mais partilhadas da semana

Subir