Apresentações/Novidades

Nissan lidera tecnologias de baterias para combater alterações climáticas

A Nissan revelou um plano de ação para desbloquear o potencial de veículos elétricos e da tecnologia de baterias, que permitirá à Europa cumprir o seu objetivo de ser tornar livre de emissões de carbono até 2050.

No chamado Livro Branco lançado no Smart Cities Expo World Congress é fornecido um quadro de referência aos decisores políticos para revelar o potencial dos automóveis elétricos e da tecnologia de baterias.

Ainda antes da cimeira do clima que decorre em Madrid, foi revelado este plano de ação que contempla propostas para aumentar a geração de energia renovável, a aquisição de veículos elétricos (VE) e a integração de veículos com as redes elétricas nos países europeus.

O projeto foi detalhado como parte da Iniciativa Europeia das Cidades Inteligentes, um programa apoiado pela Comissão Europeia que reúne a indústria, as cidades e investigadores. Nele o Livro Branco aborda o papel central que a tecnologia de baterias irá desempenhar, a necessidade de assegurar que as baterias tenham uma segunda vida enquanto unidades de armazenamento móveis ou estáticas, e as formas para enfrentar os obstáculos atuais ao fornecimento de sistemas de energia, tais como a ligação do automóvel à rede.

As recomendações práticas para as autoridades repensarem a forma como as políticas energéticas e de mobilidade são concebidas e implementadas incluem incentivos direcionados a modelos de VE de gama média para impulsionar a adesão nos segmentos mais representativos do mercado.

Essas medidas também contemplam zonas de emissões reduzidas em áreas urbanas para impulsionar alterações comportamentais, aumentar a quantidade de veículos elétricos nas frotas públicas, incluindo autocarros e táxis, simplificar procedimentos para a instalação de estações de carregamento inteligente ou introduzir incentivos fiscais com base no impacto ambiental e na quantidade de energia enviada de volta para a rede a partir de Ves.

Também prevê a instalação obrigatória ou através de incentivos de tecnologias de energia renovável e energeticamente eficientes, bem como pontos de carregamento inteligentes em novos edifícios comerciais, promover os benefícios financeiros disponíveis através da integração da posse de veículos elétricos com painéis solares e armazenamento de energia em casa, e integrar a elaboração de políticas ao nível da mobilidade e da energia, ao invés de um tratamento separado.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir