Banca

“Ninguém toca em Luís Filipe Vieira porque é intocável”, diz Moura Guedes

Manuela Moura Guedes comentava o ‘buraco’ do Novo Banco quando identificou “o segundo maior devedor”, Luís Filipe Vieira. “Ninguém lhe toca porque é intocável”, afirmou.

No comentário semanal para a SIC, a ‘procuradora’ lembrou que os contribuintes portugueses vão ser  chamados (novamente) a tapar as contas do Novo Banco quando este tem a receber de “gente que tem nomes e, pelos vistos, são os tais intocáveis”.

“Coincidem com alguns da Caixa Geral de Depósitos”, frisou, evocando outro reforço de um banco com dinheiro do Estado.

“Foram intocáveis [na Caixa] e continuam a ser [no Novo Banco]. No Novo Banco, quando passa do ‘bom’ para o ‘mau’, eles já lá estavam. Havia o segundo maior devedor, para além da família Espírito Santo, que é o Luís Filipe Vieira”, revelou a jornalista, que é casada com um vice-presidente do Benfica.

“Ninguém lhe toca porque é intocável”, afirmou Manuela Moura Guedes, referindo-se ao presidente do Benfica.

Para além de “mais grupos” que devem ao Novo Banco, a ‘procuradora’ lembrou também “o comendador Berardo”, outro alegado devedor do Novo Banco cujas dívidas não lhe custam a perda de propriedades como “a Quinta da Bacalhoa e aquela quinta que tem os budas”, nem “a coleção de arte”.

Veja aqui a intervenção da ‘procuradora’.

Mais partilhadas da semana

Subir