Motores

Nestor Girolami e Ma Qing Hua ‘brilham’ no WTCR na Eslováquia

Nestor Girolami, na segunda corrida, e Ma Qing Hua na terceira, estiveram superiores esta tarde no completar da jornada da Eslováquia Taça do Mundo de Carros de Turismo.

Foram dois confrontos onde mais uma vez Tiago Monteiro não foi feliz, vendo-se inclusivamente envolvido num incidente que deixou marcas no seu Honda Civic TCR, acabando ambos os confrontos fora dos pontos à imagem do que tinha sucedido no primeiro.

A segunda corrida terminou com uma improvável ‘dobradinha’ da ALL-INKL, já que devido ao BoP (sistema de equilíbrio de perforance) os Honda Civic apresentavam-se mais pesados no Sklovakiaring.

Rob Huff e o seu Volkswagen Golf arrancavam da ‘pole position’ mas isso de nada valeu ao britânico, que rapidamente se viu suplantado por Girolami. Depois o argentino foi-se destacando, enquanto o britânico se viu atacado por Esteban Guerrieri e se viu impotente para suster o piloto do segundo Honda Civic da ALL-INKL.

Numa prova marcada por diversos incidentes, nomeadamente a colisão entre Benjamin Leuchter, Thed Bjork e Luca Engstler, Huff também não resistiria a Kevin Ceccon, desta vez o melhor representante dos Alfa Romeo Giulietta do Team Mulsanne, e terceiro classificado no final.

Nicky Catsburg faria uma prova melhor do que a anterior e chegaria ao quarto posto, relegando Rob Huff para a quinta posição final, diante de Norbert Michelisz, que seria o piloto a fazer a melhor operação do fim de semana para o campeonato.

Mesmo não vencendo nenhuma das corridas, o húngaro da Hyundai somaria dois pódios para além do top seis na corrida 2, já que na derradeira terminaria no segundo posto, após uma intensa batalha com Ma Qing Hua e Kevin Ceccon.

O chinês fez o melhor arranque, contrariamente a Catsburg, que largou da ‘pole position’ mas se viu ‘engolido’ pelo pelotão. Depois procurou ‘cavar um fosso’ para Michelisz, que o perseguiu como uma ‘sombra’ de princípio ao fim.

Mas o húngaro da Hyundai teria um duelo sem tréguas, quer com Ma, quer com Ceccon, que com o segundo dos Alfa Romeo do Team Mulsanne chegou à terceira posição a meio da prova.

A primeira vitória de Ma Qing Hua esta temporada só ficou decidida mesmo no final da prova, depois de várias ocasiões em que Norbert Michelisz se aproximou do chinês e se viu acossado por Kevin Ceccon. No entanto apesar da ameaça do italiano o piloto magiar terminaria no segundo posto impedindo uma ‘dobradinha’ Alfa Romeo. Ceccon conseguiria assim o seu segundo pódio do dia.

Numa prova em que Nestor Girolami se viu arredado da luta devido a uma colisão, Neils Langevald foi a grande surpresa, ao concluir no quarto posto, beneficiando de uma série de incidentes que se produziram na primeira metade do pelotão, nomeadamente a colisão entre Daniel Haglof, Rob Huff e Tom Coronel.

Mikel Azcona evitou os percalços do seu companheiro de equipa e completou o top cinco, numa corrida que Tiago Monteiro terminou na 18ª posição, depois de ter evitado uma série de incidentes que se produziram à sua frente, mas sem andamento para poder chegar aos pontos.

Classificação
Corrida 2
1º Nestor Girolami (Honda) 9 voltas
2º Esteban Guerrieri (Honda) + 0,651s
3º Kevin Ceccon (Alfa Romeo) + 0,983s
4º Nicky Catsburg (Hyundai) + 2,926s
5º Rob Huff (Volkswagen) + 4,208s

Corrida 3
1º Ma Qing Hua (Alfa Romeo) 11 voltas
2º Norbert Michelisz (Hyundai) + 0,242s
3º Kevin Ceccon (Alfa Romeo) + 0,694s
4º Neils Langveld (Audi) + 11,818s
5º Mikel Azcona (Cupra) + 12,413s

Em destaque

Subir