Nas Notícias

“Nenhum polícia morreu nem vai morrer” à conta do cartaz do ‘polícia bom é polícia morto’

Ricardo Araújo Pereira (RAP) entende a indignação das forças da autoridade por conta de um cartaz que foi mostrado numa manifestação em que se podia ler que “polícia bom é polícia morto”. Ainda assim, o humorista salienta que “nenhum polícia morreu nem vai morrer” à conta daquela inscrição.

Admitindo que a mensagem é “estúpida e abominável”, RAP sublinha que quem escreve algo do género num cartaz “é um idiota, mas não é um criminoso”.

Em declarações no programa Governo Sombra da SIC e da TSF, Ricardo Araújo Pereira realça ainda que a mensagem acabou por ter reflexos negativos também na passagem da mensagem pretendida pelos manifestantes.

RAP pede ainda que o autor do cartaz não seja responsabilizado criminalmente por ser “um idiota”.

Numa recente manifestação contra o racismo, recorde-se, um dos manifestantes mostrou um cartaz que desagradou à polícia.

A PSP participou ao Ministério Público o caso que está a ser investigado.

0Shares

Em destaque

Subir