Nas Notícias

Negrão: “Fiz com Montenegro o que fiz com Passos”

Arrasado internamente pelo momento da intervenção sobre Luís Montenegro, Fernando Negrão respondeu à “meia dúzia de deputados” do PSD que o criticou lembrando o dia em que Passos Coelho deixou o Parlamento.

A contestação interna tem sido feita por email, com vários parlamentares a acusarem o presidente da bancada do PSD de não saber usar os tempos, deixando que Ferro Rodrigues (PS) e Nuno Magalhães (CDS) se despedissem de Luís Montenegro antes do próprio partido do agora ex-deputado.

“É uma discussão sem sentido”, defendeu-se hoje Fernando Negrão, em declarações à TSF.

O líder parlamentar do PSD justificou ter usado o mesmo procedimento utilizado quando o ex-presidente do PSD, Pedro Passos Coelho, renunciou ao mandato de deputado.

“Fiz com Montenegro rigorosamente o mesmo que fiz com Passos Coelho, usei o tempo do PSD, porque o elogio devia partir do tempo do PSD, para dirigir palavras de despedida”, insistiu Fernando Negrão.

 

O presidente do grupo parlamentar laranja garantiu não entender como é que as críticas de “meia dúzia de deputados” permitiram formar a nova polémica com o PSD, agora que estava ‘esquecida’ a demissão de Feliciano Barreiras Duarte.

“Não pode ter as proporções que está a ter porque não tem justificação para isso”, concluiu Fernando Negrão.

Luís Montenegro cessou ontem funções como deputado e a forma como Fernando Negrão se despediu do ex-líder parlamentar motivou fortes críticas internas no PSD.

Mais partilhadas da semana

Subir