Nas Notícias

“Não podemos facilitar, mas não podemos cair no alarmismo oposto”, diz Marcelo

Marcelo Rebelo de Sousa pediu “equilíbrio” no combate à pandemia de covid-19, depois de ir a banhos na região de Lisboa, que tem assistido a um aumento dos contágios.

“Não podemos facilitar, mas não podemos cair no alarmismo oposto. Há aqui um equilíbrio que é preciso manter”, defendeu o Presidente, na praia da Ericeira, no concelho de Mafra.

No dia em que Portugal começa a entrar na época balnear, o chefe de Estado pediu cautela face a situações específicas.

“Não podemos confundir uma ação massiva [de testagem] na área da construção civil em cinco municípios com uma disseminação [da doença] na sociedade”, explicou.

Questionado sobre a estratégia de testagem de trabalhadores da construção civil, Marcelo deixou um elogio.

“O que está a ser feito está a ser bem feito, para se saber o que se passa”, finalizou o Presidente.

0Shares

Em destaque

Subir