Desporto

“Não considero que o Sporting esteja ferido”, diz Sá Pinto

O treinador do Sporting de Braga, Ricardo Sá Pinto, considerou hoje que o Sporting não está ferido e previu um jogo de “exigência máxima”, no domingo, na deslocação a Alvalade, na segunda jornada da I Liga de futebol.

Os ‘leões’ ainda não venceram esta temporada, ciclo negativo que já vem da pré-época, tendo sido goleados na Supertaça pelo Benfica (5-0) e empatado na Madeira, diante do Marítimo (1-1), na primeira ronda do campeonato, mas o técnico dos minhotos disse esperar um adversário “a querer ganhar”.

“Não considero que o Sporting esteja ferido, considero o Sporting uma grande equipa, coletiva e individualmente, tem excelentes jogadores e até acho que o último resultado é injusto, merecia ter ganhado [na Madeira]”, disse o treinador na antevisão da partida.

Por isso, Sá Pinto disse “prever um jogo muito difícil, diante de uma equipa que quer ganhar, e ainda não ganhou esta época, mas está desejosa de conseguir outro resultado”.

“Espero um Sporting com uma entrada forte em jogo, pressionante, a querer marcar cedo. Da nossa parte, iremos tentar fazer o melhor jogo e o melhor resultado possível”, disse.

O técnico frisou “o início de época muito desgastante em termos fisiológicos: vamos para o nosso quarto jogo em 10 dias, depois teremos cinco em 15 dias. É muito exigente para nós, gostávamos de estar mais frescos – em termos mentais estamos – e de ter mais tempo para preparar este jogo”, lamentou.

Sá Pinto disse ainda que este início de temporada, com um pleno de vitórias nos jogos oficiais e apuramento para o ‘play-off’ da Liga Europa, não está a exceder as suas expectativas: “estamos ao nível que pensei que podíamos estar”.

Com um passado como jogador, dirigente e treinador do Sporting, Sá Pinto admitiu a ligação em relação ao clube ‘leonino’, mas frisou ser “um profissional do Sporting de Braga com uma missão difícil e exigente (…) de ajudar o clube a ter êxito”.

Bas Dost está de saída para os alemães do Eintacht Frankfurt, mas Sá Pinto desvalorizou a ausência do ponta de lança holandês no Sporting.

“O Luiz Phelipe parece-me ser um avançado que está mais em forma e tem mais mobilidade [do que Bas Dost], é mais difícil de marcar e tem facilidade de remate com os dois pés”, elogiou.

Sporting de Braga e Sporting defrontam-se a partir das 21:00 de domingo, no Estádio José Alvalade, em Lisboa.

Mais partilhadas da semana

Subir