Nas Notícias

Murdau, realizador de ‘Nosferatu’, não perdeu a cabeça: Foi roubada

f w murnau

O crânio de Friedrich Wilhelm Murnau, conhecido pelo filme ‘Nosferatu’, foi roubado. Alguém vandalizou a sepultura do realizador alemão, no cemitério de Stahndorf, e levaram o que restava da cabeça do génio do terror. Para espanto das autoridades, deixaram ficar os crânios dos irmãos.

O crânio de Friedrich Wilhelm Murnau, o génio por detrás da obra-prima ‘Nosferatu’, foi roubado.

Os restos mortais do realizador alemão (1888-1931) repousavam no cemitério de Stahndorf, uma localidade próxima a Berlim.

Na semana passada, segundo informação avançada pela administração do cemitério, alguém vandalizou a sepultura de Murnau, levando o crânio do artista expressionista.

Para espanto das autoridades, o ladrão (ou ladrões) de túmulos soube distinguir o crânio do realizador dos crânios dos dois irmãos de Friedrich Wilhelm Murnau, que estavam na mesma sepultura.

Quem cometeu o crime decapitou o cadáver embalsamado do realizador, depois de aberto o caixão de metal, sem sequer tocar nos restos mortais dos dois irmãos.

Ainda segundo os dados avançados pelo cemitério, o crime poderá estar relacionado com práticas esotéricas ou ocultistas.

Segundo a revista Variety, uma das mais conceituadas na área da sétima arte, ‘Nosferatu’ é “um dos mais assustadores filmes de terror de sempre”.

O filme, mudo, foi baseado num clássico do terror, o ‘Drácula’ de Bram Stoker, mas com várias adaptações por falta de autorizações legais.

Em destaque

Subir