Desporto

Mundial vai ter videoárbitro, confirma Infantino

O presidente da FIFA, Gianni Infantino, ‘revelou’ o que já se sabia desde o início deste mês: o Mundial da Rússia vai ter videoárbitro (VAR).

A decisão estava tomada desde 3 de março, mas só hoje ficou formalmente oficializada, durante o Conselho da FIFA, realizado em Bogotá, na Colômbia.

Após o encontro, Gianni Infantino revelou o segredo já por todos conhecido: o VAR está mesmo ‘convocado’ para o Mundial’2018.

“É uma decisão histórica, apoiada nos testes feitos em mais de 1000 jogos, em dois anos, que provaram que o VAR ajuda mesmo os árbitros”, salientou o dirigente.

O presidente da FIFA reconheceu que “o árbitro pode cometer erros, como qualquer ser humano”, pelo que a tecnologia vai ajudar o futebol a ser “mais transparente e justo”, insistiu.

“No Mundial, são tomadas algumas decisões muito importantes”, frisou Infantino, para destacar as “ferramentas” que o organismo que gere o futebol mundial quer dar aos árbitros para que tomem “melhores decisões”.

A Taça das Confederações, realizada no ano passado (Portugal terminou em terceiro, após derrotar o México por 2-1, no prolongamento), foi o grande teste ao VAR, tecnologia já usada em algumas das  principais ligas da Europa, como a italiana, a alemã e a portuguesa.

Em Espanha e na França, o VAR será introduzido apenas na temporada 2019/20.

Mais partilhadas da semana

Subir