Local

Mulher que terá sido agredida na cabeça morreu no hospital de Almada

Uma mulher morreu no Hospital Garcia de Orta, em Almada, onde tinha dado entrada de urgência com ferimentos na cabeça. Os indícios apontam para que tenha sido vítima de crime.

A mulher, de 30 anos e residente no Bairro Cor de Rosa, no Pragal (Almada), foi encontrada ensanguentada nas escadas do prédio por uma vizinha, que acorreu aos gritos da alegada vítima.

Foi levada para o Hospital Garcia de Orta, onde acabou por falecer.

A PSP respondeu à ocorrência, tendo passado o caso para a Polícia Judiciária de Setúbal.

De acordo com o Correio da Manhã, a casa da mulher encontrava-se remexida.

Mais partilhadas da semana

Subir