Insólito

Mulher perdeu a reforma por ser demasiadamente velha

Maria Félix Nava é uma idosa mexicana que recebia uma reforma de cerca de 58 euros, o seu único sustento. No entanto, tudo mudou quando houve uma alteração na lei: para continuarem a receber a reforma, os pensionistas passaram a ser obrigados a ter conta bancária e cartão multibanco.

Para resolver esta situação, Maria dirigiu-se até ao banco, onde foi impedida de abrir uma conta bancária porque era velha demais. Na verdade, a mulher está quase a completar 117 anos e no México só era permitido alguém até aos 110 anos abrir uma conta num banco.

A mulher, que reside no estado mexicano de Jalisco, recebia o valor da reforma através de uma conta conjunta que tinha com uma das filhas. No entanto, quando a lei mudou em janeiro Maria foi até ao banco Citibanamex para abrir uma conta, vendo a solicitação negada devido à sua idade.

Segundo o jornal ‘El País’, o banco afirmou que foi um “erro de calibração” do sistema informático.

“Não estava calibrado para autorizar cartões bancários a maiores de 110 anos. Era a primeira vez que uma pessoa tão idosa o solicitava”, disse Francisco Cabellero, o responsável pela Comunicação do Citibanamex.

Agora, o erro já foi resolvido e no México já não existe uma idade limite para abrir uma conta bancária e ter um cartão de multibanco.

1Shares

Mais partilhadas da semana

Subir