Motociclismo

Moto 3: Novas dificuldades para Miguel Oliveira numa qualificação

MiguelOliveiraEUA214MiguelOliveiraEUA214 600Miguel Oliveira voltou a ter uma qualificação bastante complicada, desta feita na sessão que ditou a grelha de partida para o Grande Prémio de Indianápolis de Moto 3.

Num traçado onde no ano passado se deu particularmente bem, o piloto português nunca rodou muito longe dos mais velozes, mas sem conseguir um bom ‘cone de ar’ que compense a falta de velocidade de ponta da sua Mahindra acabou por não ir além do 18.º registo.

Miguel Oliveira ficou a menos de um segundo da marca que deu a ‘pole position’ ao australiano Jack Miller, mas mais uma vez não vai evitar partir da segunda metade da grelha, onde desta vez a Honda conseguiu contestar o domínio da KTM ao colocar Efrén Vasquez e Alex Marquez na primeira fila.

“Sinto-me frustrado por não ter conseguido igualar o meu melhor registo de hoje. O vento é algo com que não lido bem na minha Mahindra, e isso levou-me a ser mais lento no segundo e último parcial”, começa por explicar o piloto de Almada.

“Embora tenha tentado com a equipa, não consegui rodar com um grupo que me permitisse ajudar a reduzir a desvantagem. Sair de 18.º significa ter de fazer uma grande recuperação para chegar aos lugares pontuáveis, e num circuito como este, onde as diferenças são mínimas, não vai ser tarefa fácil”, acrescenta Miguel Oliveira.

Em destaque

Subir