Internacional

Morte suspeita de famosa do ‘Big Brother’ que denunciou pedofilia no futebol

A argentina Natasha Jaitt, famosa por ter participado no ‘Big Brother’ espanhol, foi encontrada sem vida em Buenos Aires. Trata-se de uma morte suspeita, pois tinha denunciado a existência de uma rede de pedofilia no futebol.

A modelo e ex-concorrente do ‘Gran Hermano’ (a versão espanhola do ‘Big Brother’) de 2004 foi encontrada numa cama, num salão de festas na capital argentina, nua e com sinais de consumo de cocaína e álcool.

O corpo não tinha qualquer marca de agressão ou de auto-defesa, refere o El País.

O irmão de Natasha Jaitt veio de imediato a público negar que ela consumisse drogas, explicando que a irmã tinha de tomar diariamente uma medicação que, misturada com drogas, poderia tornar-se fatal.

Alejandro Cipolla, o advogado da ex-concorrente do ‘Big Brother’, foi ainda mais longe: “Acho que a mataram”.

Segundo o causídico, Natasha Jaitt foi assassinada para ‘calar’ a denúncia de uma rede de pedofilia no futebol argentino.

Há um ano, a modelo, de 42 anos e que deixa um filho de 12 anos e outro de 30, tinha garantido ter “provas” do envolvimento de políticos e outras personalidades num escândalo de pedofilia no Newell’s Old Boys, nos anos 90 do século passado.

No final da semana passada, Natasha Jaitt tinha voltada à ribalta mediática ao acusar Pablo Yotich, um conhecido produtor de cinema, de violação.

Mais partilhadas da semana

Subir