EUA

Morreu Hugh Hefner, o criador da Playboy

O fundador da revista Playboy, Hugh Hefner, morreu nesta quarta-feira, aos 91 anos, na sua residência. Criou um império na indústria do sexo e foi alvo de duras críticas por movimentos feministas.

Hefner, o pai da revista para homens mais vendida do mundo, lançada em 1953, ousou num mercado por explorar, naquela época, e transformou-se numa das mais polémicas figuras mundiais.

A primeira edição da Playboy apresentava fotos de Marilyn Monroe nua, nas páginas centrais. A partir de então, Hugh Hefner enfrentou diversas acusações formais de obscenidade.

Dizia-se um “adolescente que nunca cresceu” e viveu rodeado de mulheres.

Amado e odiado, saiu da linha de uma família conservadora. Defendeu-se sempre de todas as críticas e acusações com a ideia de que a sua revista não visava a exploração do sexo, ou o desrespeito pela mulher.

Morreu em Los Angeles, na sua imponente mansão, a que chamou… “Playboy”.

Veja uma entrevista concedida à Time, onde Hugh Hefner fala da origem a revista:

Mais partilhadas da semana

Subir