Nas Notícias

Montenegro acusa Rio de ter tido “medo” de convocar diretas

O antigo líder parlamentar do PSD Luís Montenegro acusou hoje o presidente Rui Rio de ter tido “medo” de convocar diretas no partido, mas mantém a sua disponibilidade de ser candidato, se algum órgão as convocar.

“Lamento que o doutor Rui Rio não tenha tido coragem de marcar diretas no PSD. Lamento que o doutor Rui Rio tenha tido medo de ouvir a voz dos militantes”, criticou Montenegro, no final de uma audiência de cerca de 35 minutos com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa.

Questionado sobre o Conselho Nacional extraordinário, marcado para quinta-feira, que irá votar a moção de confiança à direção apresentada por Rui Rio, Luís Montenegro fez questão de dizer que essa reunião não “é a sua praia” nesta discussão, uma vez que se propôs a ir a votos em diretas.

“Se algum órgão vier a decidir a realização de eleições diretas no PSD, eu sou candidato, obviamente”, assegurou.

Mais partilhadas da semana

Subir