Mundo

Ministro português destaca criação de resposta de proteção civil no âmbito da CPLP

O ministro da Administração Interna disse hoje que os recentes acontecimentos em Moçambique “transformaram ainda mais numa necessidade” a criação de uma resposta de proteção civil e ajuda humanitária no seio da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP).

Esta resposta global no seio da CPLP vai ser um dos assuntos em destaque na V Reunião dos Ministros do Interior e da Administração Interna da CPLP, que se realiza na quarta-feira na capital de Cabo Verde.

“Um dos temas essenciais é o sistema de resposta conjunto no domínio da proteção civil e do apoio humanitário que os recentes acontecimentos em Moçambique transformaram ainda mais numa necessidade e numa prioridade de ação das forças no âmbito de uma resposta global no âmbito da CPLP”, disse Eduardo Cabrita, que vai estar presente quarta-feira na reunião.

Já na segunda-feira, o ministro da Administração Interna de Cabo Verde tinha anunciado a criação de “mecanismos de intervenção coordenada”, no âmbito da CPLP, que respondam prontamente em situações de emergência humanitária, como a que recentemente atingiu Moçambique.

“A questão das alterações climáticas e dos desafios que se colocam aos países insulares e costeiros tem merecido uma preocupação no seio da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP). A catástrofe natural em Moçambique espoletou ainda mais esta preocupação”, disse Paulo Rocha, em declarações aos jornalistas na cidade da Praia.

Este modelo de cooperação vai ter em conta a preocupação causada pelo ciclone Idai que atingiu Moçambique, mas não só.

Eduardo Cabrita participou hoje de manhã na sessão de abertura da conferência “Estado de Direito e Segurança”, iniciativa organizada pelas comissões parlamentares de Assuntos Constitucionais, Direitos, Liberdades e Garantias e de Defesa Nacional, em parceria com o Grupo de Reflexão Estratégica sobre Segurança (GRES) da Faculdade de Direito da Universidade Nova de Lisboa.

0Shares

Mais partilhadas da semana

Subir