Nas Notícias

Ministério Público francês abre investigação relacionada com caso Epstein

O Ministério Público de Paris anunciou hoje a abertura de uma investigação sobre a violação de menores e uma série de outras acusações ligadas ao caso do investidor norte-americano Jeffrey Epstein.

Numa declaração enviada à imprensa, pelo gabinete do procurador Remy Heitz, anuncia-se que a decisão de abrir uma investigação preliminar se baseia em “elementos transmitidos” à procuradoria e “troca de informações cm as autoridades judiciais norte-americanas”

Não foram adiantados quaisquer novos detalhes da investigação, que envolve informações relativas a menores de 15 anos e mais velhos e visam estabelecer ligações de eventuais infrações cometidas em França, e também no estrangeiro, envolvendo vítimas francesas.

O milionário norte-americano era titular de uma propriedade em Paris, para onde viajava com frequência.

Jeffrey Epstein, de 66 anos, acusado de envolvimento numa rede de exploração sexual de menores, foi encontrado morto na sua cela do Metropolitan Correctional Center, em Manhattan, Nova Iorque, há cerca de duas semanas.

Os resultados da autópsia realizada confirmaram que se suicidou por enforcamento na prisão, em Nova Iorque, anunciaram as autoridades norte-americanas.

Mais partilhadas da semana

Subir