Animais

Milly, a cadela labrador que deu à luz uma cria de pêlo verde

Mãe de cinco filhotes recentemente, a cadela Milly teve uma cria fora do comum. Enquanto todos nasceram com a cor de pêlo correcta, uma delas nasceu com o pêlo verde. Veja o vídeo.

A cadela Milly, um labrador com dois anos, recentemente deu à luz cinco filhotes, quatro machos e uma fêmea. Todos os machos nasceram com a cor de pêlo esperada, dourado. No entanto, a fêmea nasceu com uma cor diferente: tem o pêlo verde.

Mark e Elaine Cooper, os donos dos cães, perante esta situação decidiram batizar a cadelinha de Fifi, uma referência a Fiona, a princesa no filme de animação Shrek.

A cor de pêlo de Fifi é causada por uma substância chamada biliverdin, que se encontra na placenta. É uma condição rara, pelo que os donos alegam ser apenas o terceiro caso no mundo. Após algumas pesquisas, Elaine encontrou um caso em Espanha e outro no Reino Unido.

“Ela saiu da bolsa e pensávamos que era a placenta que a fez parecer muito escura. Nós pensávamos que era um Labrador preto. Mas quando Milly começou a lamber a placenta, ela realmente tinha um tom verde. Nós rimos e dissemos não…isto não pode ser verdade! Todos os outros são dourados e este é verde. Tem a ver com a placenta, por isso é fenómeno, muito raro em cães. Ficámos um pouco chocados, mas depois percebemos o que aconteceu e respiramos de alívio”, contou Elaine.

Apesar de ser raro, os cães com uma cor de pêlo mais clara podem ficar verdes devido a um pigmento da bílis verde, chamado biliverdin, encontrado na placenta. Em certas ocasiões, esta substância pode manchar o pêlo do animal, quando se mistura com o líquido amniótico da mãe. É inofensivo e desaparece em algumas semanas.

Veja aqui o vídeo:

Mais partilhadas da semana

Subir